Onde tem fumaça tem fogo

É com esse ditado que começo meu post de hoje: Onde tem fumaça tem fogo… Mas o que isso tem a ver com o assunto que vou falar que é o implante capilar? O ditado quer dizer simplesmente que obviamente onde tem fumaça tem fogo, ou então que uma coisa acaba sendo consequência da outra. E isso eu percebi quando vi que meus cabelos estão caindo, isto é , onde tem cabelos demais no travesseiro que eu durmo, tem calvície e queda de cabelo. É uma conclusão óbvia que cheguei, estou perdendo os cabelos.

Estou com meus 34 anos hoje e agora notei os efeitos da idade e da queda capilar e como gosto muito de possuir uma bela cabeleira, estou preocupado e fui procurar uma dermatologista. A dermatologista é uma especialista em pele e por isso ela analisa a região que esta ficando calva e onde estou mesmo perdendo cabelo. Ela é uma médica experiente e atestou que eu estava com calvície grau 1, aquele que não é necessário um transplante capilar e que poderia ser tratada topicamente e por isso me receitou o Rogaine e disse para não comprar em farmácias de manipulação já que estas não utilizam os melhores ingredientes possíveis. O remédio acabei comprando em Miami, em uma das viagens que fiz a negócios a poucos meses atrás e por incrível que pareça já esta fazendo efeito.

implante capilarConversei com outro amigo meu que o apelido dele na faculdade era “Transpa”. Nome advindo de transparente, que representava o cabelo dele que parecia que não tinha fundo. Era mesmo um cabelo muito fino e ele já sofria da queda de cabelo desde aquela época. Acredito que as pessoas que acabam sofrendo mais com alguns problemas poderiam receber um diploma parcial de medicina sobre aquele assunto pois eles ficam mesmo especialista e acabam as vezes descobrindo mais soluções alternativas que até o próprio médico. Ele sabia pelo menos 4 tratamentos naturais que ajudavam a repor os nutrientes necessários para nosso couro cabelo. A verdade é que o transpa hoje esta com mais cabelo que na época da faculdade, mas ele disse que precisou fazer um implante capilar. Pelo menos eu já sei o plano B caso o meu remédio pare de funcionar e eu chegue a algum grau avançado de calvície.